DMF/FAQ

Dúvidas mais frequentes!!!

De onde surgiu a ideia de escrever esse tipo de coisa? 
Na infância, era hábito comum meu ler histórias em quadrinhos, principalmente as da turma da Mônica. Logo, não foi difícil de portá-las para os casos malucos que deixam a vida mais divertida.

Em que ano foram feitas as histórias?
De 1999 até hoje. Neste site só estão sendo exibidas algumas de 2002 pra frente, pois as agendas anteriores foram perdidas.

O que significa / de onde veio a palavra Potew?
Não teria significado algum. Ela surgiu aleatoriamente, quando eu tinha uma agenda eletrônica da Casio, no final da década de 90. Essas agendas possuiam várias funções como catálogo de telefones, endereços, aniversários, compromissos, jogos, fortune teller, etc. Uma dessas funções era um menu secreto que dava acesso às mesmas funções, mas somente por meio de uma senha. A minha senha para esse menu era 09532 (não queira saber de onde tirei isso, pois foi realmente aleatório). Só que nessa agenda não existiam teclas somente para os números, como num teclado de computador. Antes de digitar qualquer algarismo, era necessário apertar uma tecla que alternava entre a primeira linha do teclado (QWERTY...) e os números. É equivalente a pressionar a tecla shift do teclado para digitar algum caractere como $, %, &...; a primeira linha do teclado dessa agenda eletrônica continha números e letras. Quando eu esquecia de apertar essa tecla para digitar a senha, apertava os números 09532, mas na tela se via "potew", que nada mais é do que as letras correspondentes a esses números nesse teclado! Alguns anos depois, criei meu primeiro e-mail com o potew como nome de usuário. A vantagem dessa palavra é que está sempre disponível para criar logins em sites.

Por que as histórias sempre começam com Aveia em...?
A resposta está enterrada na primeira edição, que já desapareceu faz tempo. Interprete o Aveia como se fosse o nome dos personagens envolvidos.

Qual o critério para escolha dos assuntos das histórias?
Situações que ocorreram, estando eu presente ou não*, e que fizeram-me rir. Existem histórias baseadas em "fatos" que não ocorreram, apenas um objeto pode servir de ideia para elas. Tome como exemplo a do Ed. Yara. Um objeto também pode ter uma história que na verdade nem história é; Apenas uma descrição exagerada!
Ou seja: Eu tenho que achar engraçado e, para isso, basta existir uma situação que esteja claro que existe algo errado.

*No caso de uma pessoa contando um caso engraçado qualquer

Entendi as histórias, não achei graça nenhuma e quero meu tempo de volta.
A única forma de achar graça nas histórias é tentar reconhecer alguma pessoa ou local que já tenha visto igual ou parecido. Aí que começa a fazer algum sentido.

Pra que perder tempo escrevendo nestas agendas?
Da mesma forma em que alguém "perde tempo" assistindo na TV ou praticando seu esporte favorito, desenhando, tocando violão, etc. A AD é um passatempo e tanto!